sexta-feira, 30 de setembro de 2011

APRESENTAÇÃO DAS ACÇÕES DE FORMAÇÃO CHI KUNG CHINARTE



ACÇÕES DE FORMAÇÃO "MEDICAL LUOHAN CHI KUNG"® 

1. MÉTODO TERAPÊUTICO


Este Módulo visa prevenir o aparecimento de doenças, promovendo a manutenção de um estado de equilíbrio físico, emocional e mental, no entanto, também, apresenta soluções terapêuticas para tratamento de algumas manifestações clínicas. Assim, incorpora diversos grupos de exercícios, os quais se classificam em dois grandes grupos, nomeadamente, “Os 18 Exercícios da Saúde” que se destinam ao trabalho de prevenção e promoção da saúde e “Tratamentos Clínicos”.


1.1. ACÇÃO DE FORMAÇÃO “OS 18 EXERCÍCIOS DA SAÚDE”

Esta Acção de Formação apresenta “Os 18 Exercícios da Saúde” que consistem em técnicas de relaxamento e, simultaneamente, de fortalecimento da energia. Em termos pedagógicos, os exercícios foram elaborados segundo uma metodologia de aprendizagem sistemática que faculta uma identificação e apreensão gradual dos diversos aspectos desta arte da saúde, inerentes à abordagem dos conceitos energéticos, respiratórios e físicos.

O grupo de exercícios “Os 18 Exercícios da Saúde” divide-se em seis séries de exercícios que se denominam, respectivamente:

• O Desenvolvimento do Chi / Energia;
• O Corpo Físico;
• Exercícios Respiratórios;
• O Relaxamento Activo;
• Tonificação da Mente e do Espírito;
• A Harmonia do Corpo, da Mente e do Espírito.



1.2. ACÇÃO DE FORMAÇÃO “TRATAMENTOS CLÍNICOS”

Esta Acção de Formação apresenta um grupo de exercícios vocacionado à acção directa de prevenção e tratamento de doenças, segundo os fundamentos e filosofia da Medicina Tradicional Chinesa. A aplicação do método em causa revela-se eficaz na concretização dos objectivos visados, nomeadamente a prevenção e o tratamento de sindromas diversos, cuja acção influi sobre o corpo físico, emocional e mental, promovendo a homeostasia do “Todo Energético” que é o ser humano e consequentemente a saúde.

O Método “Tratamentos Clínicos” inclui exercícios que se aplicam na prevenção e tratamento de síndromas, tais como: Ansiedade, Depressão, Insónia, Stress, hipertensão, distúrbios de estômago, dor abdominal, torcicolo, espondilose cervical, e lombalgia.



2. ACÇÃO DE FORMAÇÃO: MÉTODO DE ESTIRAMENTOS

O Módulo dos Estiramentos engloba dois grupos que se denominam “Os 10 Estiramentos de Buda ” e “Estiramentos com um Bastão”.


2.1. ACÇÃO DE FORMAÇÃO ESTIRAMENTOS 

Esta Acção de Formação apresenta os dois tipos de grupos de exercícios de Estiramentos, respectivamente “Os 10 Estiramentos de Buda” e “estiramentos com um Bastão”.

“Os 10 Estiramentos de Buda” incorporam dez exercícios de alongamentos (estiramentos), os quais são inspirados em técnicas orientais com os princípios biomecánicos ocidentais. Os exercícios devem ser executados sequencialmente, respeitando as características físicas dos praticantes que devem ser adaptadas aos movimentos de alongamento / estiramento que devem ser coordenados com a técnica respiratória respectiva, em simultâneo com o cultivo do desenvolvimento da concentração e interiorização. Numa primeira fase a concentração da mente focaliza-se no movimento do corpo, na respiração e nas sensações internas que ocorrem. Numa fase mais avançada, estes processos ocorrem automaticamente e a mente pode abstrair-se naturalmente dos mesmos, de modo a entrar num estado de meditação activa que fomenta o relaxamento activo do corpo e da mente, o fortalecimento da força e energia internas e ajuda na reabilitação e prevenção de lesões.

O objectivo geral na execução destes exercícios focaliza-se na realização de múltiplos estiramentos ósteo-tendino-musculares, tendo cada um dos exercícios objectivos específicos e particulares, cuja acção ocorre directamente no plano físico, referindo-se esta à valência externa do exercício, acrescendo, também, uma acção indirecta, no plano energético, de valência interna que se reflecte no reequilíbrio emocional e mental do indivíduo.

A aprendizagem dos exercícios Os 10 Estiramentos de Buda oferece diversos benefícios, promovendo a manutenção e /ou melhoria da condição física, de forma simples e eficaz, acrescendo num plano superior, o trabalho de desenvolvimento do controlo das emoções que resulta na harmonia e equilíbrio mental.

2.2. ESTIRAMENTOS COM UM BASTÃO

Os exercícios “Estiramentos com um Bastão” são executados com o auxílio de um bastão e têm como fundamento principal a exercitação do corpo e da energia. A maioria dos exercícios promove o estiramento dos diversos grupos musculares dos membros superiores, inferiores e da coluna, lubrificando os espaçamentos intervertebrais, diminuindo ou eliminando eventuais dores nas costas e ajudando a descomprimir os nervos intervertebrais. O bastão é um excelente instrumento auxiliar para exercitação salutar dos estiramentos dos músculos do corpo. Alguns estudos apontam os alongamentos dinâmicos como o método que permite alongar da melhor forma as diversas partes do corpo. Os estiramentos com bastão, se executados diariamente, podem promover a manutenção da saúde e incrementar a qualidade de vida.

O método Estiramentos com um Bastão incorpora quatro séries de exercícios de estiramento com bastão, culminando com um exercício final que promove o alongamento vertical da coluna vertebral.


3. ACÇÃO DE FORMAÇÃO: MÉTODO DE RESPIRAÇÃO

Esta Acção de Formação apresenta os exercícios de respiração que consistem em nove exercícios que foram inspirados nalgumas sequências de técnicas orientais. Os nove exercícios de Respiração “Respirações de Buda”. Este grupo de exercícios incorpora movimentos suaves e circulares utilizando a respiração para fomentar a circulação do Chi. Os movimentos seguem a respiração e a energia flui do exterior para o interior. São divididos em exercícios estáticos e outros de movimentos de distintos graus de dinâmica. Nitidamente tranquilo e calmo, o movimento surge e exterioriza-se com fluidez, promovendo o desenvolvimento de um estado de serenidade profunda.

Ao realizar estes exercícios deve ter em atenção as características dos diversos movimentos corporais, os aspectos da intenção e da energia do movimento, a relevância das portas de energia na execução dos movimentos e no livre fluir da energia. Os exercícios estão distribuídos de acordo com o movimento delineado, o tipo de respiração e respectiva função energética. As respirações de Buda englobam os seguintes exercícios:
1) Sanjiao e Dantiens
2) A Órbita Microcósmica da Energia
3) Escutar o Corpo
4) O Riso de Buda
5) Enraizado na Terra, Buda Liberta o Espírito
6) A Força Vital Ilumina o Caminho
7) Buda Dança e Nutre o Yuan Chi
8) Buda Eleva o Chi
9) Equilíbrio do Corpo e Harmonia do Chi

4. ACÇÃO DE FORMAÇÃO : MEDITAÇÃO ACTIVA

A Acção de Formação de Meditação Activa, consiste na aprendizagem de dez exercícios que foram inspirados em técnicas orientais da saúde. Consiste num conjunto diversificado de exercícios que se efectuam preferencialmente na postura de lótus ou sentado com as pernas cruzadas e em simultâneo, podem executar-se de forma coordenada movimentos físicos e respiratórios, bem como a visualização do circuito energético interno. Os movimentos físicos delineados podem abranger a parte superior do corpo que podem compreender a movimentação da bacia, tronco, cabeça, membros superiores, mãos e dedos.

A Mente tem por eixo central a focalização e visualização da energia, pelo que a execução dos movimentos físicos e respiratórios tem sempre em atenção este princípio. Assim, a Mente conduz a energia a energia a dada área do corpo ou ponto específico, permitindo activar o objectivo desejado (intenção da Mente) que pode variar entre o estado de relaxamento, concentração ou acuidade / despertar mental, o reequilíbrio energético, o relaxamento físico, etc. Os exercícios estão distribuídos da seguinte forma:

Meditação Activa
1) Acalmar o Espírito
2) Centrar o Chi
3) Tonificar o Jing
4) Estimular o Sanjiao
5) Elevar o Yuan Chi
6) Portas de Energia
7) O Chi Flui no Sanjiao e Dantiens
8) Estimular o Yin Chi
9) Nutrir o Jing

5. ACÇÃO DE FORMAÇÃO : ACTIVAÇÃO DA ENERGIA INTERNA

A Acção de Formação Método de Activação da Energia Interna desenvolve a aprendizagem de dois Grupos de Exercícios que podem ser executados individualmente ou em grupo. Este método tem por finalidade estimular a condução da energia pelos meridianos do corpo, utilizando técnicas de visualização da energia, técnicas respiratórias e movimentos corporais subtis. Todos os seus movimentos devem ser executados de forma lenta suave e com determina intenção.

A circularidade dos movimentos e a fluidez, permitem que a energia percorra todos os meridianos, promovendo um calor interno que se expressa nas partes terminais do corpo.

É muito comum após a execução dos exercícios sentir-se um calor no corpo e, por vezes, a tranquilidade absoluta da mente. Poder-se-á também executar os exercícios em círculo ou mesmo com um colega, de maneira a que se estabeleça uma relação de intercâmbio energético entre as pessoas envolvidas. Os Exercícios dividem-se em dois grupos principais, denominados, “Buda Vivencia o Chi” e “Buda Partilha o Chi”:

5.1. Exercícios “Buda Vivencia o Chi”
1) Centrar o Chi
2) Empurrar o Chi
3) Absorver o Chi
4) Mover o Chi nos Dantiens

5.2. Buda Partilha o Chi
1) Reequilibrar o Chi
2) Activar o Chi

Sem comentários:

Enviar um comentário